Noticias

Cadeiras de escritório, problemas de postura e correções.

03 de outubro, 2014

Problemas de coluna, como dores na lombar, são reclamações constantes em consultórios médicos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que cerca de  80% da população do planeta terra sofrerá pelo menos 1 vez de dor na coluna durante a vida.

A psicóloga Maira Mesquita sofre com dores na parte cervical da coluna, atrás de seu ombro e em seus braços diariamente já há cinco anos. Ela declarou que já buscou por vários especialistas, mas, no atual momento não realiza qualquer tratamento para lombalgia. Segundo o médico ortopedista do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), Luis Eduardo Carelli, lombalgia é toda dor que afeta a coluna vertebral na parte da lombar baixa.

Aos que trabalham por longos períodos de tempo sentados, assim como os funcionários que trabalham em escritórios, tem a prioridade de executar seu trabalho em uma mesa de escritório com uma boa altura e uma cadeira ajustável e com encosto. Segundo o médico Carelli, é necessário identificar a melhor maneira de sentar, com a postura correta. “Também é recomendado que, ao longo do dia, sejam feitos exercícios leves, como andar, caminhar e ginástica laboral. Isso para todas as pessoas, mas preferencialmente pessoas com mais idade”, explica o ortopedista.

No caso de Cleusa, que fica grande parte do seu tempo sentada estudando, suas dores são frequentes. “Sinto dores todos os dias, principalmente quando passo muito tempo sentada e quando vou dormir”, afirma. A psicóloga tem o costume de mudar o lugar do estudo, para aliviar um pouco as dores, e também utiliza uma cadeira diferenciada, onde ela se encaixa melhor e fica mais confortável na hora do estudo.

Para pessoas que trabalham em pé, como vendedores e comerciantes, é recomendável que a postura seja mais ereta possível, evitando a queda dos ombros e a com a postura relaxada. nos casos de trabalhadores que operam carregando peso, sugerimos a seguinte dica “sempre quado abaixar-se para pegar objetos no chão, sempre flexionar os joelhos, de um jeito que amenize o impacto do peso e trazer consigo o objeto próximo ao corpo”, explica assim o ortopedista.

Cuidado: pois, a flexão excessiva dos joelhos e possível torção, combinado com o excesso de peso carregado, é capaz de causar possíveis hérnias de discos. É tomada a prevenção e alguns cuidados rotineiros para que os discos não sejam sobrecarregados e, assim, evitar doenças degenerativas do disco.

Uma colabora chamada Reiva, com seus 45 anos, aos 9 anos de idade sofreu com um traumatismo na coluna, ao cair. Apenas aos 15 anos foi descoberto que ela, na verdade, sofria de espondilose lombar, uma doença reumática crônica e progressiva. As dores são diárias e ela já aprendeu a conviver com elas.

“Faço acupuntura, pilates, academia. A dor é constante, mas já procurei médicos para tratar também a fibromialgia. Isso não me impede de viver, não posso deixar as dores ou a doença tomarem conta de mim”, afirma Reiva. Esta foi a maneira que encontrou para fazer seu tratamento.

O médico afirma que, os tratamentos para dores na coluna são indicados diagnóstico específico e realização de exames. Após este processo, pode ser indicado o repouso, a restrição da atividade física, atividades físicas específicas, fisioterapia, evitar o sedentarismo, se alongar a cada duas horas, ter uma boa qualidade de vida e alimentação saudável.

Segundo o médico, postura correta é necessária sempre, em casa, durante as atividades de lazer, no sofá. “São recomendadas atividades físicas, ginásticas laborais, alongamentos em casa e no trabalho. A prevenção é a chave do sucesso para a saúde da coluna”, diz o ortopedista.



Solicite uma visita

contato@moveisvitorino.com.br
+55 11 3392-6335 / 3392-6284

Solicite um orçamento

contato@moveisvitorino.com.br
+55 11 3392-6335 / 3392-6284